Marco de Canaveses: Investimento na retirada de amianto das escolas ascende a 345 mil euros

EscolaOuteiro_2021.03.10

A Câmara Municipal do Marco de Canaveses consignou as empreitadas de retirada de fibrocimento (amianto) nas  cinco escolas do concelho que ainda têm estruturas compostas por este material, foi hoje divulgado.

De acordo com a informação, as obras  nas escolas do 1.º ciclo da Freita (Marco) e do Outeiro (Constance). Nas próximas semanas,  está previsto o início dos trabalhos na EB 2,3 de Alpendorada e nas escolas do 1.º ciclo do Casal (São Lourenço do Douro) e do Cabo (Maureles).

As cinco empreitadas representam um investimento de 345 mil euros, financiadas pelo Governo, que apoia a retirada de amianto nas escolas através Programa de Estabilidade Económica e Social.

“Quando entrámos em funções elaborámos de imediato um plano de intervenção nas escolas que já estamos a implementar desde 2018. Quando, em julho de 2020, o Governo lançou o programa de financiamento para a retirada do amianto, o Marco de Canaveses estava preparado para tirar o melhor partido desta medida. Já removemos o amianto de cinco escolas, com mais estas cinco ficamos com o parque escolar do concelho completamente livre de amianto”, revela a autarca Cristina Vieira.

Em algumas das situações, também estão a ser realizados melhoramentos com recurso  a funcionários da câmara. No caso da EB 2,3 de Alpendorada, o município anunciou que iniciará ainda este ano uma remodelação completa daquela escola no valor estimado de 2,2 milhões de euros.

No Marco de Canaveses, desde 2018, entre os projetos em execução e já executados, o investimento do Município em equipamentos escolares ascende já a 1,6 milhões de euros.