Marco de Canaveses: Concelho em risco elevado de contágio e com mais medidas restritivas

MarcoCanaveses_2021.07.22

Marco de Canaveses é um dos 55 concelhos em risco elevado de contágio por apresentar uma incidência superior a 120 casos de Covid-19 por 100 mil habitantes, em duas avaliações consecutivas, aplicando-se medidas mais restritivas, como dever de recolhimento entre as 23:00 e as 05:00, anunciou hoje o Governo.

Neste grupo estão também Amarante, Castelo de Paiva, Felgueiras, Paços de Ferreira e Penafiel. Em risco muito elevado estão 61 concelhos, com 2 x 240 (ou 480) casos por 100 mil habitantes, entre eles os municípios de Lousada e Paredes.

Em situação de alerta encontram-se 29 concelhos, com 1 x 120 (ou 240) casos por 100 mil habitantes. Celorico de Basto, Cinfães e Resende são os três municípios do Tâmega e Sousa que figuram nesta lista, onde se aplicam as medidas em vigor desde 14 de junho.

Para os concelho de risco elevado, como é o caso de Marco de Canaveses, há limitação de circulação na via pública a partir das 23:00.

Os restaurantes podem funcionar até às 22:30. Às sextas-feiras, a partir das 19:00, e aos sábados, domingos e feriados, durante todo o dia, o acesso a restaurantes para serviço de refeições no interior está permitido apenas aos portadores de certificado digital ou teste negativo.

A limitação do número do número de pessoas por mesa mantém-se: máximo de 6 pessoas por mesa no interior e de 10 pessoas por mesa na esplanada;

Também será exigido certificado digital ou teste negativo para o acesso a estabelecimentos turísticos e de alojamento local. O teletrabalho é obrigatório quando as atividades o permitam.

Os espetáculos culturais devem decorrer até às 22:30 e apenas serão permitidos casamentos e batizados com 50% da lotação. O comércio a retalho alimentar, não alimentar e prestação de serviços podem funcionar apenas até às 21:00.

O Governo prolongou a situação de calamidade em Portugal continental até 8 de agosto, no âmbito do combate à pandemia de covid-19.