FUTEBOL: Marcoense Gonçalo Cardoso aborda experiência no Lokomotiv Sofia: “Voltei a desfrutar do futebol” [C/AUDIO]

GoncaloCardoso00_2024.06.05

O marcoense Gonçalo Cardoso tem, por este dias, mantido a forma física no Estádio Municipal do Marco de Canaveses, ao lado do conterrâneo João Mendes, lateral-esquerdo do FC Porto. Numa entrevista à Marcoense Fm, o defesa-central confessou que a experiência nos búlgaros do Lokomotiv Sofia lhe devolveu a alegria em jogar futebol.

 

Depois de não ter jogado com a regularidade de que gostaria em épocas anteriores, nomeadamente no Marítimo, no Bétis Sevilha (Espanha), no Basileia (Suiça) e no West Ham (Inglaterra), Gonçalo Cardoso admite que voltou “a desfrutar do futebol” após ter assinado pelo Lokomotiv Sofia.

O defesa-central, natural do Marco de Canaveses, assinou pelo clube búlgaro no final de setembro do ano passado e de imediato se impôs na equipa agora orientada pela ex-estrela do Sporting CP, Krasimir Balakov. Realizou 19 jogos, 17 como titular, marcou um golo e ajudou o Lokomotiv de Sofia a garantir a permanência na I Liga da Bulgária.

“Fui para o Lokomotiv numa fase um pouco menos positiva na minha carreira. Procurava voltar a desfrutar do futebol e ganhar novamente o amor pelo desporto e, nesse aspeto, correu muito bem. Fui muito bem recebido e o campeonato búlgaro surpreendeu-me pela positiva. A nível pessoal, ganhei novamente amor pelo jogo e desfrutei muito esta época. Vinha de épocas a jogar com menos regularidade e era disto que precisava”, confidenciou.


GoncaloCardosoTopo_2024.06.05

Por isso, Gonçalo Cardoso admite que pretende cumprir o “ano de contrato” que ainda lhe resta com o Lokomotiv Sofia, mas ressalva que “no futebol nunca se sabe” o que pode acontecer no futuro.

“Gosto de estar lá, sinto-me confiante no clube e tendo mais um ano de contrato, tenho todo o gosto em continuar lá. Estou contente, mas o futebol é dinâmico, e estou a aberto a tudo. Mas como disse: gosto muito de estar lá, sinto-me confiante lá e tenciono continuar”, vincou.


Nos últimos anos, Gonçalo Cardoso colecionou experiências, algumas menos bem sucedidas, em outras ligas europeias. Ainda assim, o defesa-central garante que “não mudava nada” nas opções que tomou na carreira.

“Durante esses anos, houve momentos melhores e piores, mas não mudava nada, porque me fez crescer muito, como pessoa e como jogador, viver em tantos países, tantas cidades e em tantas culturas. Olhando para trás, com 23 anos, o facto de ter vivido todos esses momento, todas essas experiências, acho que sou um privilegiado, ainda por cima a fazer aquilo que mais gosto, que é jogar futebol”.


GoncaloCardoso2_2024.06.05

Apesar de habitualmente estar a milhares de quilómetros de casa, Gonçalo Cardoso faz questão de acompanhar as performances do Marco 09, clube onde deu os primeiros passos no futebol.

“Acompanho sempre. Principalmente nos últimos anos tenho acompanhado, pela boa relação que tenho com o presidente Eduardo Felipe e pelo facto de ter começado aqui. Sem dúvida, o Marco é um clube pelo qual guardo carinho e tento sempre acompanhar”, revelou.


Na formação, o jogador marcoense representou ainda o FC Penafiel e o Boavista FC, clube onde chegou à equipa principal e que o lançou na I Liga portuguesa. Conta ainda com cinco internacionalizações pelos sub-20 de Portugal.

Gonçalo Cardoso tem, nos últimos dias, mantido a forma no Estádio Municipal do Marco de Canaveses, em sessões ministradas pelo preparador físico Rui Cardoso e ao lado do conterrâneo João Mendes, lateral-esquerdo do FC Porto.