ENDURO: Marco de Canaveses acolhe abertura do Mundial no próximo fim de semana [C/AUDIO & VIDEO]

PedroBianchiPrata+CristinaVieira+PedroMariano_2021.06.15

O Município de Marco de Canaveses vai ser palco do Grande Prémio de Portugal de Enduro, prova de abertura do Campeonato do Mundo da modalidade, no próximo fim de semana.

Inicialmente prevista para Valpaços, a organização da competição acabou por ser atribuída ao ao concelho marcoense, como reconhecimento “pelo esforço” de ter acolhido, em novembro do ano passado, as duas últimas etapas do Mundial, num período particularmente difícil, devido à pandemia da Covid-19.

“Estamos a reconhecer as qualidades que o concelho tem para realizar uma prova desta envergadura. É verdade que não era a prova que estava marcada, mas a Federação de Motociclismo de Portugal (FPM) e eu, principalmente, entendemos que era mais do que justo voltar a Marco de Canaveses para tentar demonstrar aquilo que não foi demonstrado nas duas provas que fizemos anteriormente”, justificou Pedro Mariano, presidente da comissão de enduro da FMP.


Durante os dois dias de competição, os pilotos terão de enfrentar quatro especiais cronometradas, que foram desenhadas para o espetáculo e para realçar a beleza natural da região.

Este ano, a pista ‘Cross Test’ ficará localizada na freguesia do Marco, em Tuías. A pista ‘Extreme Test’ mantém-se na zona de Montedeiras, enquanto a pista ‘Enduro Test’ será transferida para o lugar da Venda da Giesta, na freguesia de Soalhães.

A especial ‘Super Test’ situar-se-à junto ao Largo da Feira, o mesmo local onde ficará instalado o “paddock”. Para esta pista está também agendada uma especial noturna, na sexta-feira.

O diretor da prova, Pedro Bianchi Prata, adianta que “mais de 80 por cento do percurso, que terá uma extensão de 51 quilómetros, é completamente renovado”.

“Este ano resolvemos dar uma volta grande à corrida porque já estávamos há muitos anos a repetir o mesmo percurso. Também achamos que era muito importante ir para outras zonas que estão muito próximas da cidade e conseguirmos mostrar as diferentes capacidades e os diferentes locais à volta do Marco”, explicou.


A Câmara Municipal de Marco de Canaveses volta a realizar um investimento avultado para trazer para o concelho, mais uma vez, uma etapa do Mundial de Enduro. Um investimento que, assegura a presidente da autarquia, Cristina Vieira, vale a pena, tendo em conta “o retorno económico para o território marcoense”.


“É um investimento duplo, no território e na promoção do concelho de Marco de Canaveses”, sublinhou.

Daniel Pinto, presidente do Motor Clube do Marco, reconhece que “há muitas aficionados da modalidade que vão querer estar presentes e assistir à prova ao vivo”, por isso garante que a organização “vai implementar uma série de medidas de segurança para evitar a excessiva aglomeração de pessoas”.


Ao todo, o Campeonato do Mundo de Enduro contará com seis provas. Depois de Portugal, a caravana segue para Edolo (Itália), de 25 a 27 de junho.

Seguem-se Saaremaa (Estónia), de 16 a 18 de julho, Skovde (Suécia), de 22 a 24 de julho, Zschopau (Alemanha), entre 08 e 10 de outubro, encerrando em Langeac (França), de 15 a 17 de outubro.