Baião: Comandante dos Bombeiros deixou o cargo por limite de idade [C/AUDIO]

JoseCosta_2021.03.11

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Baião, José Costa, cessou funções na quarta-feira por limite de idade para o exercício do cargo.

Aos 65 anos de idade, dos quais 49 dedicados à Associação Humanitária e 32 como comandante, José Costa passou ao Quadro De Honra.

José Costa faz um balanço “muito positivo” do tempo que dedicou à corporação que ajudou a crescer.

“Tudo o que fiz foi com a convicção de que estava a fazer bem. Foi positivo o tempo que dediquei aos bombeiros. Entrei muito novo e cheguei a bombeiro de 3ª classe. Fui nomeado comandante em 1988 e comandante em 2020. Valeu a pena o muito tempo que dediquei àquele corpo de bombeiros”, refere.

José Costa acumulou o trabalho de bombeiro com o de funcionário na EDP. Quando se aposentou da elétrica nacional passou a dedicar-se em exclusivo à corporação, mas sempre como voluntário.

“Nunca tive vencimento da associação. Tinha um pequeno prémio durante oito meses do ano, e nos quatro meses de Verão “ia de férias”, acrescenta.

Diz que nunca lhe faltou apoio institucional e que nunca levantou um processo disciplinar, apesar de não ter feito a vontade a todos.

“Isso é inquestionável, mas levei aquele corpo de bombeiros a bom porto. A vida de comandante é muitas vezes solitária, sobretudo quando estamos a delinear estratégias. Saio de coração cheio”, conclui.

O futuro de José Costa deverá passar por um projeto de voluntariado, do qual não quis adiantar detalhes.

 


José Costa | Ex-comandante dos Bombeiros de Baião