FUTEBOL: Presidente do Amarante aplaude decisão da FPF em cancelar campeonatos [C/AUDIO]

AntonioCosta_2020.04.08

O Presidente do Amarante FC, António Costa, aplaude a decisão da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) que deu por terminadas as provas nacionais de seniores não-profissionais de futebol e futsal, masculino e feminino, sem que haja campeões nem regime de subidas e descidas de divisão.

O líder do emblema alvinegro considera que a FPF “tomou a decisão mais acertada”, confessando que já “estava à espera desta reação”, devido à pandemia da Covid-19.

“Este é um problema que nada tem que ver com o futebol. Primeiro temos de ter cuidado com a nossa saúde e só depois é vem o futebol. Acho muito bem o que a federação fez”, elogia.

“Se calhar esta decisão poderia ter saído mais cedo, mas também ninguém esperava isto que está a acontecer”.


António Costa considera que a deliberação federativa evitará uma sobrecarga de despesas para os clubes. O dirigente admite mesmo que “se não fosse assim, o Amarante poderia não conseguir, na próxima época, cumprir com os seus compromissos”.

A temporada termina precocemente mas os contratos com os jogadores apenas expiram no final do mês de maio. Uma questão que António Costa pretende discutir “com os capitães de equipa” e resolver nos próximos dias.

“Os jogadores também têm de ponderar esta situação. Eu não quero prejudicar os jogadores, mas também não quero prejudicar o Amarante. Terá de haver um consenso entre as duas partes”, salienta.


António Costa lembra que com as competições paradas “não há receitas, nem patrocínios”, antecipando mesmo que “alguns se vão deitar de fora” na nova temporada. “Vamos ter de fazer um esforço muito grande”, sublinha.

Na altura da interrupção, o Amarante FC ocupava o 10º lugar da tabela classificativa da Série B do Campeonato de Portugal.