Resende: Município adere à Associação de Municípios do Baixo Tâmega

AMBT_2019.05.20O dia 16 de maio de 2019 marca claramente a vida da Associação de Municípios do Baixo Tâmega (AMBT). Neste dia, por proposta do Conselho Diretivo, a Assembleia Intermunicipal da AMBT aprovou por unanimidade a adesão a esta associação do município de Resende.

O atual presidente da AMBT, Paulo Pereira, congratulou-se com a entrada de novos membros pondo ênfase no trabalho que esta associação tem vindo a desenvolver e na importância da sua consolidação através da adesão de novos membros.

“A entrada de Resende e do Marco de Canaveses é demonstrativa da vitalidade da AMBT na sua ação de desenvolvimento. É um projeto de coesão territorial, que agora vai do Baixo Tâmega ao Douro Sul, e que tem dados bons frutos como o demonstram os inúmeros projetos já executados e outros que tem em carteira”.

Em 2018, Paulo Pereira, considerava que a reentrada do Marco de Canaveses, se revestia “de particular importância para esta associação, potenciando o trabalho conjunto no território, em áreas comuns, como a promoção turística, dos produtos endógenos, do património natural e cultural”.

Passado sensivelmente um ano e meio à frente dos destinos desta associação, esta posição consolida-se com a entrada do município de Resende. “A AMBT é um ator estratégico nesta região, perspectivando a adesão de outros municípios, o que é demonstrativo da valia da nossa ação”.

O presidente do município de Celorico de Basto e vice-presidente da AMBT, Joaquim Mota e Silva, salientou ainda que “a entrada de Resende e de outros municípios no seio da AMBT vai permitir um ganho de escala, dimensão e massa crítica na região que vai permitir melhorar a coesão territorial”.

Para o presidente do município de Amarante, José Luís Gaspar, “a entrada do município de Resende na AMBT reveste-se de um significado muito especial porque permitirá alargar esta associação a um território que tem muito em comum com o Baixo Tâmega”.

Realçou que ainda que “o município de Resende tem vindo a trabalhar recentemente com esta associação através do desenvolvimento de alguns projetos comuns como a Rota do Românico, que encontrará na AMBT um ambiente favorável para o desenvolvimento de outros projetos e que isso permitirá reforçar ainda mais o papel desta associação no território”.

A Associação de Municípios do Baixo Tâmega passou assim a integrar os municípios de Amarante, Baião, Celorico de Basto, Marco de Canaveses e Resende, abrangendo uma área territorial de 982,22 km2 e uma população de cerca de 160 mil habitantes.