Penafiel: População protesta por causa do IC35 [C/AUDIO]

Cruzes-brancas-na-EN-106-IC35_2019.02.06

Dezenas de pessoas protestaram, esta quarta-feira, em Penafiel, por causa do IC35. Centenas de cruzes brancas foram colocadas por populares ao longo da EN106, para recordar as vítimas de acidentes na estrada e reforçar a urgência da construção desta via que ligará Penafiel a Castelo de Paiva.

A obra há muito prometida foi colocada pelo Governo no Programa Nacional de Investimentos (PNI) 2030. A população não se conforma com os sucessivos adiamentos.

“Esta obra foi considerada prioritária em 2001. Há 18 anos que esperamos pela sua construção e tudo indica que ainda vamos ter de esperar mais, pois o Governo decidiu inseri-la no PNI 2030.Trata-se de uma ligação que é vital para a circulação e o desenvolvimento desta zona do concelho e mais uma vez vemos o nosso sonho adiado”, lamenta Vera Silva.

A EN 106 registou nos últimos 10 anos mais de 500 acidentes, com 70 vítimas, no troço até Entre-os-Rios. Os dados apontam para 11 mortes registadas na estrada, às quais se somam outras pessoas que acabaram por falecer no hospital. A somar a estes dados está o elevado volume de tráfego.

“É uma estrada que serve para tudo, para passear, para levar as crianças à escola e para o movimento de camiões das pedreiras, nomeadamente do Marco de Canaveses. È uma via que serve toda esta região. O fluxo é imenso e já não corresponde a este movimento que temos”, acrescenta.

À falta de respostas a população não descarta outras formas de luta.

“Têm de nos ouvir. Já estamos há muitos anos há espera e se este protesto não chegar, provavelmente iremos para outras formas de luta”, vinca.

O presidente da Câmara Municipal de Penafiel, Antonino de Sousa, mostrou-se solidário com a população, dizendo que a paciência do concelho se esgotou face aos sucessivos adiamentos do IC35.

 


Vera Silva | Movimento de contestação



[Foto: Tâmegasousa.pt]