Paredes: Delegação da APD pede apoio para o basquetebol [C/AUDIO]

APDParedes1_2019.10.03

A Delegação de Paredes da Associação Portuguesa de Deficientes (APD) é uma coletividade conceituada no basquetebol em cadeira de rodas. A competir no campeonato nacional da modalidade, a instituição está mais uma vez confrontada com a necessidade de arranjar patrocínios para a nova época desportiva, que começa a 19 de outubro.

O presidente da APD Paredes admite a “necessidade de angariação de verbas” para fazer face às despesas com os atletas e pede o apoio das empresas da região.

“O desporto adaptado é muito dispendioso. Nós estamos a competir no campeonato nacional de basquetebol e as viagens são longas, há a questão dos transportes e o material que se desgasta. Tudo isso faz com que tenhamos dificuldades”, diz Adão Barbosa.

Segundo o dirigente, o montante despendido anualmente com o desporto adaptado “ascende a 10 mil euros”. Um valor que faz com que seja lançado este apelo aos empresários e sociedade civil.

“Nós temos já um trajeto longo e com alguma história, e não é agora que o vamos deixar cair este projeto. Estou confiante que vamos receber esse apoio”, conclui.

Na primeira jornada, a 19 de outubro, a APD Paredes tem uma deslocação a casa da sua congénere de Braga e uma semana depois recebe no pavilhão Rota dos Móveis, a APD Leiria.

 


Adão Barbosa | Presidente da APD Paredes