Paredes: Comandante dos Bombeiros de Cete morre em queda de helicóptero [C/AUDIO]

ComandanteBombeirosCete_2019.09.05

Noel Ferreira, piloto da Força Aérea e Comandante dos Bombeiros de Cete, do concelho de Paredes, é a vítima mortal da queda de um helicóptero de combate a incêndios, esta quinta-feira à tarde, em Valongo. As causas ainda estão a ser apuradas.

Noel Ferreira, de 36 anos, assumia a liderança da corporação há cerca de dois anos.

O helicóptero transportava uma equipa de bombeiros, que tinha sido largada, antes de se despenhar.

Uma testemunha disse ao “Jornal de Notícias” que viu o helicóptero chocar com um poste de alta tensão.

Em declarações aos jornalistas no local do acidente, o comandante Bruno Fonseca, dos Bombeiros Valongo, disse que a aeronave foi localizada e confirmou a morte do piloto.

“Era um comandante com muita experiência, muito humilde, fiz recruta com ele na Força Aérea em 1998. Envio condolências à família e amigos e a todos os que trabalharam com este grande profissional”, declarou.



O responsável ouviu relatos de que o helicóptero terá chocado com cabos de alta tensão, mas não confirmou essa informação.

Segundo Bruno Fonseca, o acidente deu-se quando o helicóptero se encontrava em operações de combate a um pequeno incêndio, mas que se estava a desenvolver com intensidade.

“Fez o desembarque da brigada no terreno e iniciou as operações de combate. São tripulantes operacionais, preparados para acompanhar o trabalho do meio aéreo. Tinham acabado de ser largados de modo a colmatar os trabalhos dos meios aéreos”, explicou aos jornalistas.


O helicóptero foi totalmente tomado pelas chamas, mas não foi possível perceber se o fogo foi causado pelo acidente ou pelo incêndio que se estava a desenvolver.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, dirigiu condolências aos familiares de piloto que perdeu a vida num combate a um incêndio em Sobrado.

Segundo a página oficial da presidência, “foi com grande consternação que o Presidente da República acabou de receber a trágica notícia que dá conta da queda de um Celca durante o combate a um incêndio na zona de Valongo, da qual resultou, infelizmente, a perda de vida do piloto, dirigindo por isso aos seus familiares e amigos uma palavra de sentidas condolências”.

“O Presidente da República quer ainda agradecer a todos os homens e mulheres que estão no terreno, mesmo perante um momento tão difícil como o da perda de um colega e concidadão, por continuaram a sua exigente missão de proteger o próximo”, acrescenta a mensagem.

No Twitter, António Costa transmitiu o seu “profundo pesar” pela morte do capitão Noel Ferreira.

“Foi com profundo pesar que tomei conhecimento do falecimento do capitão Noel Ferreira, comandante dos Bombeiros Voluntários de Cete, Paredes, que operava um helicóptero de combate a incêndios ao serviço da Afocelca”, escreveu o primeiro-ministro.