Paredes: Câmara aprova expropriação do complexo das Laranjeiras [C/AUDIO]

ComplexoLaranjeiras_2019.02.08

A Câmara Municipal de Paredes aprovou, na reunião do dia 7 de fevereiro, a expropriação do Complexo Desportivo das Laranjeiras, um equipamento que inclui o pavilhão gimnodesportivo, o estádio e os terrenos adjacentes.

A expropriação foi a solução encontrada pela autarquia, em virtude da falta de visto do Tribunal de Contas.

“Infelizmente, há um ano atrás a câmara foi impossibilitada de adquirir o complexo em hasta pública. Agora, e tendo em conta a urgência na aquisição daquele equipamento, até porque tínhamos candidaturas para fazer, não restava outra alternativa senão avançar com a expropriação”, diz o presidente, Alexandre Almeida.

Esta expropriação amigável poderá custar cerca de 1,6 milhões de euros, o mesmo valor que tinha sido oferecido pelo Município em hasta pública, pelo anterior executivo, em 2017.

“Recebemos fortes comentários para a remodelação do pavilhão e, como tal, aquilo será transformado num pavilhão Multiusos. Esse será o primeiro projeto e outros virão a seguir. O próximo passo é a Assembleia Municipal, no dia 22, onde será declarada a utilidade pública do equipamento e depois só resta o ato formal do pagamento do mesmo e ficamos com a posse dele”, acrescenta.

A requalificação do pavilhão gimnodesportivo e a sua conversão num multiusos é a prioridade do Município. O financiamento da obra terá de ser submetido a fundos comunitários, no âmbito do PEDU – Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, e a candidatura deverá ser financiada em 85%.

Para requalificar antigo estádio das Laranjeiras, que pode voltar a ser palco principal dos jogos do União Sport Clube de Paredes, será necessário 1 milhão de euros.

A expropriação terá de ser submetida a sufrágio na próxima Assembleia Municipal agendada para 22 de fevereiro.

 


Alexandre Almeida | Presidente da CM de Paredes