Paços de Ferreira: PJ faz detenções na Cadeia de Paços de Ferreira

CadeiaacosFerreira_2019.11.05

A Polícia Judiciária (PJ) informou ter realizado hoje uma “operação de grande envergadura” no combate ao tráfico de estupefacientes na cadeia de Paços de Ferreira, que incluiu 52 buscas em estabelecimentos prisionais, domicílios e espaços comerciais.

Segundo um comunicado da autoridade, as buscas realizadas no Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira foram presididas por três magistrados do Ministério Público.

Nas operações em “ambiente carcerário”, lê-se no documento, “a PJ contou com a prestimosa colaboração da DGRSP (Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais), incluindo o Grupo de Intervenção e Segurança Prisional – GISP, entidade que, desde o primeiro momento, colaborou ativamente nas investigações em curso”.

Segundo o Correio da Manhã, no decorrer da operação terão sido detidos cinco guardas prisionais “os homens são suspeitos de aceitar dinheiro dos reclusos em troca de introduzirem na prisão de Paços de Ferreira vários telemóveis”.

A mesma publicação dá conta de que “há ainda mais três pessoas detidas por ajudarem a inserir telemóveis e droga no estabelecimento prisional”. No total foram feitas oito detenções.

A operação policial ocorreu no âmbito de inquéritos titulados pelo DIAP [Departamento de Investigação e Ação Penal] de Porto Este-Penafiel.