Marco de Canaveses: Vacinação em massa contra a Covid-19 arrancou hoje [C/AUDIO]

VacinaCovid_2021.02.23

O processo de vacinação contra a Covid-19 para os cidadãos do Marco de Canaveses com mais de 80 anos e 50 ou mais anos e patologias graves associadas, arrancou esta terça-feira, numa estrutura instalada junto ao Centro de Saúde da sede do concelho.

A presidente da Câmara do Marco de Canaveses, Cristina Vieira, evidenciou “satisfação” pelo arranque da campanha de vacinação intensiva à população. A autarca garante o apoio logístico e humano do município ao processo que irá decorrer ao longo desta semana.

“Nós temos colocado os nossos meios ao dispor da saúde. Os stands onde está a decorrer a vacinação já foi a autarquia que os alugou. É um espaço que tem sido muito elogiado pelos profissionais pelas condições que proporciona. Esta articulação com a saúde tem sido muito positiva”.

“Além das senhoras que estão a higienizar o espaço, também colocamos quatro técnicos superiores que têm estado a contactar os idosos para que o agendamento para a toma da vacina decorra com toda a normalidade possível, e do nosso ponto de vista só pode correr muito bem”, acrescenta.


Além do Município, também a proteção civil e as juntas de freguesia estão a colaborar neste trabalho articulado com o Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Tâmega e cujo planeamento obedece aos critérios estabelecidos para o efeito.

“Nós respeitamos os critérios que foram definidos pela Direção-Geral da Saúde (DGS). A partir de hoje estamos a vacinar em massa no Marco de Canaveses, e da forma como este plano está montado acreditamos que muito rapidamente a população vai estar vacinada”.

Cristina Vieira termina com uma mensagem de tranquilidade e satisfação. “Com calma e serenidade, acredito que este vai ser um processo bem sucedido e que em breve vamos todos ter a tão desejada imunidade de grupo”.


Refira-se que os primeiros a receber a vacina a contra a Covid-19 foram os profissionais de saúde e os utentes e profissionais das Estruturas Residenciais para Idosos (ERPIS), seguidos dos bombeiros e das forças de segurança.