Marco de Canaveses: Obstrução na ETAR da Ponte das Tábuas já está a ser resolvida

Etar_PonteTabuas_2019.04.16

Estão a decorrer os trabalhos tendo em vista a desobstrução do Emissário da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Ponte das Tábuas, anunciou, esta quinta-feira, Câmara Municipal de Marco de Canaveses (CMMC).

Segundo a autarquia, a situação deve-se a “um incidente, nomeadamente, o esmagamento do tubo num maciço de betão que originou a descarga na caixa anterior a esta obstrução”.

A empresa Águas do Marco após várias insistências por parte do Município, comprometeu-se a resolver o problema.

A CMMC informa “que está ao corrente do sucedido e consciente da gravidade da situação”.

“Por se tratar de um caso identificado e ainda antes da situação anómala verificada, o Município já se encontrava a desenvolver um plano, que poderá passar pela construção de uma nova ETAR, que resolverá definitivamente o problema. O investimento nesta solução poderá ser superior a 1,4 milhões de euros”, adianta.

A CMMC lembra que “a ETAR da Ponte das Tábuas tem mais de 30 anos e os problemas de sobrecarga já têm pelo menos 20”

“Ao longo destes anos, e dado o aumento da população, não foram feitas obras, pelo que o sistema de tratamento carece de uma reformulação profunda, bem como a instalação de tecnologia de ponta”.

“Com os problemas existentes verificou-se esta situação anómala que está a ter um tratamento, por parte dos serviços técnicos camarários, com a maior celeridade”, conclui a autarquia em comunicado.