Marco de Canaveses: Número de infetados no Lar da Misericórdia sobe para 20 [C/AUDIO]

larsantacasa_2020.11.16

O teste de rastreio à Covid-19 realizado hoje aos utentes do Lar da Misericórdia de Marco de Canaveses revelou a existência de mais dez casos positivos. Este é o segundo surto registado em apenas cinco dias, elevando para vinte o total de utentes infetados.

O processo de testagem na instituição “é feito periodicamente em pequenos grupos para servir de monitorização”, disse o diretor clínico do Hospital de Santa Isabel, Agostinho Marques.

“Na segunda-feira testamos toda a gente, porque encontramos casos positivos logo aos primeiros testes. Nessa altura, foram nove utentes, e durante a semana apareceu outro. Hoje voltamos a testar toda gente, pois ficamos com a ideia de que podia ter havido falsos negativos na segunda-feira por haver pessoas em período de incubação, e encontramos mais dez casos”.

O primeiro grupo “está a passar para o período de fora de perigo”. Nos casos detetados hoje, “quatro apresentam tosse e os restantes não têm sintomas”, acrescenta.

O pneumologista considera de importância capital o modelo adotado na instituição de utilização do teste rápido à covid-19, para maior controle da situação. A medida implementada no início de setembro está em linha com o plano de contingência.

“O teste rápido permite-nos em poucos minutos saber o resultado e imediatamente isolarmos os positivos dos demais”, salienta.

Instado a pronunciar-se sobre os números registados no município, Agostinho Marques é perentório: “o Marco de Canaveses é um concelho com muitos, muitos casos. Durante uns tempos os números oficiais acumulados mantiveram-se à volta dos cento e poucos casos. Atualmente anda na casa dos 1400. A subida é enorme”.

 


Agostinho Marques | Diretor clínico do Hospital de Santa Isabel