Marco de Canaveses: Município ativa garantia bancária para resolver problema em urbanização

Urbaniz_Ordonho_2019.06.11A Câmara Municipal de Marco de Canaveses acionou a garantia bancária para a execução de infraestruturas elétricas na urbanização do Ordonho, na freguesia de Alpendorada, Várzea e Torrão.

Em causa está o incumprimento do titular do alvará do loteamento que “não executou as infraestruturas dentro dos prazos previstos, nem depois de acrescidas as prorrogações legalmente previstas”, divulgou a autarquia.

A primeira fase da intervenção, no valor de cerca de 73 mil euros e com prazo de execução de 3 meses, consiste na colocação de um posto transformador aéreo de 250 kVa de potência, a execução de toda a rede de baixa tensão e de iluminação pública.

Com este procedimento o município substitui-se ao urbanizador na execução das intervenções na Urbanização do Ordonho, de modo a permitir que todas as habitações existentes no loteamento possam ser servidas de energia elétrica.