Marco de Canaveses: Município adota novas regras na deposição de sólidos urbanos

Lixo_2020.03.24

Face à evolução e impacto do surto da epidemia Covid-19, foram implementadas novas regras sobre a forma do tratamento do lixo doméstico em Marco de Canaveses.

Estas medidas visam garantir a proteção da saúde pública dos trabalhadores e o combate à pandemia.

A Câmara Municipal, em comunicado, apela à população para que tenha especial atenção e adote alguns cuidados no tratamento dos resíduos urbanos.

Assim, é solicitado que nunca sejam depositados “resíduos, indiferenciados ou seletivos, fora dos contentores” e que o lixo seja colocado “em sacos bem fechados” e depositados “no contentor adequado”.

No caso de uma família com pessoas infetadas pelo novo coronavírus, ou com essa suspeita, os resíduos devem ser colocados “em sacos de lixo resistentes e descartáveis, com enchimento até dois terços da sua capacidade”.

“Os sacos fechados devem ser colocados dentro de um segundo saco, devidamente fechado, e ser depositado no contentor de resíduos indiferenciados. Não deixe os sacos no chão”, pode ainda ler-se.

É ainda pedido que seja evitada “a deposição na via pública de detritos volumosos, vulgarmente designados de “monos”, bem como de resíduos verdes”.

Cristina Vieira, presidente do Município de Marco de Canaveses, lembra que “os trabalhadores continuam na linha da frente a garantir a prestação de serviços públicos de recolha de resíduos e higienização do espaço público”, por isso solicita “o apoio, a colaboração e o respeito de todos para que estes trabalhadores possam continuar a desempenhar a sua função da melhor forma, e possam ver salvaguardados o seu bem-estar e o das suas famílias”.

“São trabalhadores imprescindíveis que, diariamente saem à rua no desempenho de funções essenciais para que todos possamos atravessar e ultrapassar este período. A colaboração de todos é de crucial importância. Sejamos todos agentes de saúde pública”, conclui.