Marco de Canaveses: Jovens em protesto pelo clima [C/AUDIO]

GrupoGreve_2019.05.25Uma dezena de jovens de Marco de Canaveses aderiram, esta sexta-feira, 24 de maio, à greve pelo clima. Sob o lema “a solução está na nossa geração”, os jovens reclamam a mudança de atitudes e novas medidas.

Impulsionados pelo movimento juvenil “Fridays´s For Future”, que ganhou força com a ativista adolescente Greta Thunberg, que uma vez por semana falta às aulas em Estocolmo para protestar em frente ao parlamento, pedindo leis que protejam o meio ambiente, os jovens marcoenses exibiram um cartaz com a frase “Marte não é opção”.

A jovem Luzia Cardoso, de 12 anos de idade, faltou às aulas para reclamar por um ambiente melhor.

“Estou aqui para ajudar neste movimento internacional por causa das alterações climáticas. O futuro é nosso e somos nós que temos de lutar por ele”, atalhou.

Também Rita, de 11 anos, quer tentar melhorar o ambiente: “Hoje em dia, com tanta poluição, acho que devemos fazer o possível para mudar este mundo”, salientou.

Apesar da intenção, foi evidente a fraca adesão à greve. Facto justificado com o facto de estarem a decorrer testes nos estabelecimentos de ensino.

“O mais importante é que eles consigam dar a conhecer a sua voz, mesmo antes de terem idade para votar, que é para percebermos quais são as novas tendências de futuro”, explicou a engenheira do ambiente, Luzia Peixoto, que apoia o movimento “Marco pelo Clima”.

Assim, por todo o mundo, surgem todas as sextas-feiras movimentos associados a esta temática. Os jovens fizeram o percurso entre a Câmara Municipal de Marco de Canaveses e a área onde se localiza o Tribunal.

 


Luzia Cardoso | Movimento “Marco pelo Clima”


Rita | Movimento “Marco pelo Clima”


Luzia Peixoto | Engenheira do Ambiente