Marco de Canaveses: José Mota abandona lugar de vereador na Câmara Municipal [C/AUDIO]

JoseMota_2021.01.25

José Mota renunciou na sexta-feira ao mandato como vereador pela oposição (PSD) na Câmara Municipal de Marco de Canaveses, justificando a decisão com a estratégia do partido para as próximas eleições autárquicas.

José Mota que, em 2017, encabeçou a lista do PSD à Câmara Municipal de Marco de Canaveses e perdeu para o PS, optou por “não ter um papel ativo” no processo eleitoral do próximo outono.

“Em ano de eleições, entendo que o partido precisa de mais espaço e de uma nova dinâmica. Como estou ligado ao resultado eleitoral de 2017 decidi dar um passo ao lado e deixar o palco para outros protagonistas”, afirmou em declarações à Marcoense FM.


De 2005 a 2017 foi vereador da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, no executivo de Manuel Moreira. Nas últimas eleições autárquicas encabeçou a lista social-democrata e foi derrotado por Cristina Vieira (PS).

José Mota sai de cena com sentimento de dever cumprido, considerando ter dado um contributo positivo no combate político.

“Estive sempre empenhado em todo o processo. Participei ativamente nos assuntos da Câmara Municipal, preparei e discuti os vários temas. Fiz uma avaliação positiva da minha conduta enquanto vereador e estarei sempre ao lado do meu partido para que nas lutas políticas que se avizinham possa recuperar e ter uma posição mais condizente com aquilo que são os objetivos”, conclui.


Vítor Gonçalo, o número quatro da lista do PSD, vai assumir o lugar de vereador ao lado de António Dias.