Iberian Ensemble atua em Resende e Paços de Ferreira

IberianEnsemble_2024.03.27

O grupo de música antiga Iberian Ensemble regressa à Rota do Românico nesta semana de Páscoa para mais duas apresentações do Ciclo de Concertos pelo Interior do Património 2023-24.

 

A primeira apresentação está agendada para esta quinta-feira, 28 de março, às 21:30, na Igreja de São Martinho de Mouros, em Resende.

Na Sexta-feira Santa, 29 de março, à mesma hora, será a vez da Igreja antiga de São Pedro de Sanfins de Ferreira, em Paços de Ferreira, receber os músicos Alexandre Andrade, na flauta barroca, e Ivan Oliveira, na teorba e guitarra barroca.

O Iberian Ensemble dedica o seu trabalho à performance histórica de repertórios dos séculos XVII e XVIII. Partindo de instrumentos da época, os seus programas procuram evidenciar os grandes compositores de referência europeia, bem como os mestres do barroco ibérico.

A Igreja de São Martinho de Mouros, Monumento Nacional desde 1922, ocupa um lugar de destaque no românico português, desde logo pela robustez da sua fachada turriforme. Porém, não obstante a sua aparência militar, nunca cumpriu funções que não fossem as litúrgicas. No interior, destaca-se a capela-mor profundamente alterada na Época Moderna. O início da construção desta Igreja de São Martinho terá ocorrido no ano de 1217.

Por seu turno, a velha Igreja de São Pedro de Sanfins integrava no século XVI, data da sua edificação, a Terra de Ferreira, sendo da apresentação do arcebispo de Braga. No interior, destacam-se os vestígios de pintura mural, entre os quais uma representação de São Brás de grande qualidade.

O Ciclo de Concertos pelo Interior do Património conta com o apoio da Direção-Geral das Artes e da Rota do Românico.

A Rota do Românico é um projeto turístico-cultural, que reúne 58 monumentos e dois centros de interpretação, distribuídos por 12 municípios: Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Resende.

As principais áreas de intervenção da Rota do Românico abrangem a investigação científica, a conservação do património, a dinamização cultural, a educação patrimonial e a promoção turística.