HÓQUEI PATINS: HC Marco já conhece calendário para ‘liguilha’ de promoção

HCMarco_2020.06.25

O Hóquei Clube do Marco já conhece o calendário da “liguilha” de acesso à Segunda divisão nacional.

Na temporada anterior, que terminou mais cedo devido ao surto de Covid-19, o HC Marco classificou-se no quatro lugar da zona norte da terceira divisão. Uma posição que lhe vai permitir discutir uma eventual subida ao segundo escalão.

O clube marcoense terá de, inicialmente, disputar uma fase pré-preliminar, juntamente com USC Paredes, HC Maia e CRPF Lavra, agendada para os dias 4, 5 e 6. A prova será discutida a uma volta, em formato concentrado, com todos os jogos a realizarem-se no Pavilhão Municipal de Paços de Ferreira.

Na primeira jornada, dia 4, às 20:00, o HC Marco mede forças com a formação paredense. Segue-se depois o confronto com o emblema de Matosinhos (dia 5, às 18:50) e termina com o embate diante do conjunto maiato (dia 6, às 17:00).

Para garantir a passagem à fase decisiva, a equipa de Marco de Canaveses terá de sair vencedora do agrupamento.

Se tal sucedor, o HC Marco vai discutir a subida à segunda divisão com GDC Fânzeres, AD Limianos, CD Póvoa e CD Feira. Aqui, as equipas jogarão em modo campeonato, a uma volta, entre 12 e 26 de setembro. Os três primeiros posicionados são promovidos à segunda divisão nacional.

Entretanto, o HC Marco acertou a renovação de contrato com Pedro Nazário. O treinador, de 37 anos, assumiu o cargo em novembro do ano passado e venceu todos os 12 jogos disputados – dez para o campeonato e dois para a Taça de Portugal – antes das competições terem sido canceladas devido à pandemia da Covid-19.

Para a nova época, o HC Marco contratou quatro reforços, todos provenientes da Juventude Pacense. Fez regressar o goleador José Cabral, que é acompanhado por Jorge Mesquita, Bernardo Valiñas e José Pedro.

Transitam da temporada anterior: Ivan Silva, Afonso Santos, Ilídio Menezes, Bruno Moreira, Pedro Campanhã, Francisco Canito, André Tsé, Luís Rocha, Duarte Dias, Juliano Ribeiro e Francisco Monteiro.