FUTEBOL: Zamorano admite que Vila Meã tem condições para lutar pelo topo da tabela [C/AUDIO]

VIlaMea_2020.09.11

O treinador do Vila Meã, Frederico Zamorano, reconhece que tem uma equipa “com muita qualidade” capaz de lutar pelos lugares cimeiros da Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto (AFP), competição que arranca no próximo fim-de-semana.

O clube do concelho de Amarante é um assumido candidato à subida de divisão. Zamorano admite que o plantel “foi escolhido para ser muito competitivo”, mas avisa que a equipa não pode “perder a humildade”, sob o risco de ser surpreendida por “adversários com muito valor”.

“Este campeonato tem demonstrado que há muitas equipas com condições para lutar pelo topo da tabela, com muita qualidade, quer individual, quer coletiva. Dizer que somos a equipa mais forte não vale de nada se depois não o conseguirmos provar dentro de campo”, adverte.


“Temos a noção que temos jogadores com muita qualidade e um plantel que foi escolhido para sermos muito competitivos. Sabemos que temos condições, mas também temos que ser humildes e cautelosos em relação aos adversários que vamos ter pela frente”, acrescenta.

O Vila Meã manteve a base do plantel da época anterior. As contratações foram “cirúrgicas” e acrescentam qualidade a uma equipa que ficou “mais forte”, reconhece Zamorano.

Rui Pedro e Romeu Rocha (ex-Amarante), Jorginho e Joel Barbosa (ex-Paredes), Jorge Azevedo (ex-Felgueiras), Costa Pinto (ex-Lixa), Zé Tó (ex-Aparecida), Pedro Correia (ex-Fafe) e Diogo Pinto (ex-Castelões) são as caras novas da formação rubro-negra.

“Neste momento, estamos satisfeitos com o plantel que temos. Estamos conscientes da responsabilidade que temos em dignificar ao máximo o clube, que nos tem proporcionado todas as condições. Estamos orgulhosos por fazer parte deste clube e queremos retribuir com vitórias”, diz o técnico.


Frederico Zamorano assume que o Vila Meã pretende “andar no topo da tabela”. “Foi nesse sentido que construímos este plantel, mas temos que ser muito humildes porque esta série está cada vez mais competitiva. Vai ser um campeonato duro, mas queremos dar uma boa resposta e estar ao nível do que é a nossa exigência”.


O treinador confessa que será “difícil” para a a equipa subir ao relvado e olhar para as bancadas despidas de adeptos. “É difícil porque o público é vitamina e é aquilo que nos dá motivação. É não ter o sal que condimenta os jogos”.

“Mas temos que olhar primeiramente para a saúde. Se as entidades competentes acham que, neste momento, por uma questão de segurança, não é possível ter público, nós respeitamos, esperando que isto passe o mais rápido possivel, para abrilhantar os grandes jogos que vamos ter pela frente”.


O Vila Meã realiza o primeiro jogo da época, fora de portas, no Estádio Senhor do Amparo, frente ao rival FC Lixa. A partida está agendada para domingo, às 15:00.

A jornada inaugural da Divisão de Elite AF Porto principia no sábado, às 17:00, com o Vila Caiz – Sobrado.