FUTEBOL: Várzea do Douro volta às provas da AFP após 10 anos de ausência [C/AUDIO]

VarzeaDouro_2019.08.16

Dez anos depois, o Várzea do Douro está de regresso aos campeonatos da Associação de Futebol do Porto (AFP).

A última participação da equipa duriense em provas federadas aconteceu na época 2009/2010. Estava então na 1ª Divisão AFP, o que hoje corresponde à Divisão de Honra.

Na altura, era José Vareira o treinador. Tinha como adjunto Paulo Vieira, que será agora o técnico principal neste regresso do Várzea do Douro às competições da associação portuense.

“Estava nas camadas jovens do clube. O presidente convidou-me para a equipa sénior, o que é sempre um aliciante. Vamos ver o que é que a gente pode fazer. Além de tentar ajudar a minha terra, vou tentar fazer o melhor e acho que vamos conseguir fazer um campeonato engraçado”, diz Paulo Vieira.


Para além de um treinador da casa, o Várzea do Douro também apostará maioritariamente em jogadores que, nos últimos anos, envergaram a camisola do clube nas provas concelhias.

“O plantel que tenho em vista são todos jogadores da freguesia. São 80% dos jogadores que estavam na LIMFA. A direção não quer abandonar os jogadores que deram bastante ao clube na LIMFA e não há dinheiro para muitos reforços”, explica.


Paulo Vieira admite “não estar a par do que é a segunda distrital, nem o valor das outras equipas”, mas considera que tem no plantel “alguns miúdos com qualidade”. O objetivo para a temporada “é fazer o melhor possível”.


A série 2 da 2ª Divisão AFP terá em prova mais dois clubes de Marco de Canaveses: o Paços de Gaiolo e o Vila Boa de Quires.

Durante a primeira volta, o Várzea realizará os dérbis em casa. Com o Paços de Gaiolo, a 27 de outubro, à 7ª jornada. O duelo com o Vila Boa de Quires está marcado para 22 de dezembro, na 13ª ronda.

Paulo Vieira considera que “estes jogos devem ser encarados como todos os outros”.


O primeiro encontro oficial da temporada será dentro de portas, a 15 de setembro, frente ao Baião. Um adversário que na época passada disputou a Divisão de Elite, foi despromovido, mas abdicou do seu lugar na Honra, optando pela inscrição na 2ª distrital.


O treinador do Várzea considera que “pelo nome o Baião será das equipas mais fortes do campeonato”. Contudo, reconhece que “é preferível começar a época a jogar em casa”.