FUTEBOL: Várzea do Douro é ‘tomba-gigantes’ pela terceira vez consecutiva na Taça AFP [C/AUDIO]

VarzeaDouro_2024.03.29

Marco de Canaveses vai continua a ter um representante do concelho na Taça da Associação de Futebol do Porto (AFP), após a realização dos jogos dos oitavos-de-final, esta sexta-feira, 29 de março. 

 

Depois de, nas duas eliminatórias anteriores, ter afastado o Infesta (Elite) e o Lavrense (Honra), o Várzea do Douro voltou a assumir o papel de ‘tomba-gigantes’ na competição. A equipa que milita na 1.ª Divisão foi ao concelho de Valongo derrotar o SC Campo (Honra), por 3-1, e carimbar o apuramento para os quartos-de-final.

O Várzea do Douro entrou forte no jogo e ao 12 minutos já vencia por 2-0, com golos de Miguel Vieira e Mário Alves.

Na segunda parte, Alves bisou e alargou a vantagem duriense. O conjunto da casa ainda reduziu perto do final, mas foi insuficiente para travar a sensacional caminhada da equipa orientada por André Reis na prova rainha da AFP.

VarzeaDouroCampo_2024.03.29

O treinador do Várzea do Douro elogia os jogadores que “souberam interpretar na perfeição a estratégia delineada para este desafio”.

“Entramos muito fortes, marcamos o primeiro golo logo aos dois minutos. Fizemos o segundo aos 12 e, depois, na segunda parte, acabamos por fazer o terceiro. Teve que ser um Várzea do Douro muito forte, perante uma equipa de um escalão superior, e os meus jogadores estão de parabéns pela mentalidade com que entraram em campo”, elogiou.


O Várzea do Douro está entre as oito melhores equipas da Taça AFP. Para aqui chegar deixou Castelões, Baião, Infesta, Lavrense e Campo pelo caminho. André Reis confessa “não esperava” chegar tão longe nesta competição.

“Acho que nem nós, nem ninguém. Há três eliminatórias atrás que já nos davam como arrumados. Provavelmente, já ninguém contava connosco nesta fase, mas quando se acredita e quando se trabalha muito as coisas acabam por acontecer. Isto é fruto, principalmente, do trabalho dos jogadores”, disse.


Os quartos-de-final Taça AFP estão agendados para 13 de abril. O Várzea do Douro terá de deslocar-se até ao concelho de Paredes para medir forças com o Aliança de Gandra, líder da Série 2 da Divisão de Elite, e adversário já qualificado para a fase de acesso ao Campeonato de Portugal.

André Reis reconhece que a tarefa do Várzea do Douro na próxima eliminatória “será muito difícil”.

“Mas enquanto à vida há esperança e no futebol acontecem, por vezes, milagres. Vamos tentar que o Várzea do Douro consiga o quarto milagre”, atirou.


O Várzea do Douro volta a entrar em ação, a 7 de abril, para a 8.ª jornada da Fase de Manutenção da Série 3 da 1.ª Divisão AFP, em casa, frente ao GD Livração, no dérbi do concelho do Marco de Canaveses.