FUTEBOL: Tonanha deixa comando técnico do Rebordosa [C/AUDIO]

Tonanha_2020.03.10

Tonanha foi demitido do comando técnico do Rebordosa. O treinador, de 46 anos, não resistiu à derrota do passado domingo, em Sobrado, por 4-1, da 25ª jornada da Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto (AFP).

A equipa do concelho de Paredes, que não vence há 3 partidas, atrasou-se na luta por um lugar de acesso ao ‘play-off’ de promoção.

Está, nesta altura, instalada no quarto posto da tabela, com 41 pontos, os mesmos do Marco-09, a quatro de distância do Alpendorada, a cinco do Sobrado e a dez do líder Tirsense.

Tonanha justifica a sua saída “porque a direção entendeu que deveria fazer alguma mudança e não ia mudar 20 ou 25 jogadores”.

“É uma decisão que tenho de aceitar, mas não foi fácil para mim, nem para a direção. Há uma relação muito forte de amizade. Mas a direção tenta, agora nesta parte final, mexer alguma coisa, para ver se ainda consegue os objetivos da época”, adianta.


O treinador confessa que “é uma situação nova” porque nunca tinha sido demitido em 21 anos de carreira e lembra que nas duas últimas temporadas, em “74 jogos oficiais” ao serviço do Rebordosa, perdeu apenas “oito vezes”.

Tonanha justifica o atraso na pauta classificativa com “uma série de lesões em catadupa que fragilizou a equipa, no final do ano”.

“Depois também houve uma série de jogos em que fomos penalizados e levou a que chegássemos a esta fase com alguma dificuldade e em atraso em relação aos dois primeiros classificados”, acrescenta.


“Mas o principal culpado sou eu. Era o chefe de equipa, portanto, o maior responsável sou eu. Quem tem que pagar quase sempre pelo insucesso é o treinador”, assume.

Entretato, o técnico dos juniores, Tiago Leal, de 27 anos, assume interinamente as funções de treinador principal da equipa sénior enquanto não existe uma solução definitiva.