FUTEBOL: Rui Rebelo assume que superar época anterior é “obrigação” do Vila Boa Quires [C/AUDIO]

RuiRebelo_2019.08.16

O Vila Boa de Quires parte para a temporada 2019/2020 com a “obrigação e responsabilidade” de superar a classificação da época anterior. A fasquia é alta, mas assumida pelo treinador Rui Rebelo, que permanece ao leme do conjunto do concelho de Marco de Canaveses.

Na temporada transata, o Vila Boa de Quires terminou na sexta posição da série 2 da 2ª divisão da Associação de Futebol do Porto (AFP), o que constituiu um dos melhores registos do clube na prova, tendo sido mesmo o melhor dos últimos 5 anos.

Por isso, Rui Rebelo considera que, para a época que se avizinha, a equipa vilabonense terá de partir “com o objetivo, a obrigação e a responsabilidade de fazer melhor do que esse sexto lugar”.


“Depois vamos esperar para ver o que acontece ao nível das subidas de divisão. Este ano subiram quatro equipas. Há dois anos subiram quatro equipas. Há três anos subiram seis. Portanto, fazer melhor do que o sexto lugar já é lutar pela subida”, admite.

O técnico reconhece que “será extremamente difícil” atingir o objetivo proposto, tendo em conta as características do campeonato.

“A diversidade dos campos de futebol é enorme. Tanto jogamos num recinto com tapete sintético, como a seguir vamos jogar a um pelado com as medidas mínimas. E este tipo de campos, mais pequenos, anulam as diferenças entre quem tem mais e menos qualidade”, esclarece.


Seja como for, Rui Rebelo acredita no valor do plantel que terá à sua disposição, que “teoricamente está mais forte”, apesar de ter perdido alguns dos jogadores mais influentes da época passada.

“Reforçamo-nos com jogadores para posições que não tínhamos. Contratamos o que foi possível, mas alguns jogadores já tinham trabalhado comigo e aos outros conhecia-lhes o percurso. São jogadores que teoricamente acrescentam bastante qualidade”, assume.


O clube vilabonense anunciou sete contratações: César (ex-São Miguel), Helder Guedes, Rogério Martins (na foto), Hélder Santos (todos ex-Baião), Miguel Rodrigues (ex-Livração), Sandro Mendes (ex-Tuías) e Fábio Pedrosa (ex-Paços de Gaiolo).

RogerioMartins_2019.09.16

O Vila Boa de Quires terá como adversários mais dois emblemas do concelho de Marco de Canaveses: o Paços de Gaiolo e o regressado Várzea do Douro.

Para Rui Rebelo “a proximidade entre os clubes é sempre interessante, porque atrai mais curiosidade e mais espetadores”.


O primeiro dérbi da época está agendado logo para a 3ª jornada, a 29 de setembro, na receção ao Paços de Gaiolo. O confronto com o Várzea do Douro, fora de portas, está marcado para a última ronda do ano, a 22 de dezembro.

O conjunto vilabonense dará o pontapé de saída no campeonato dentro de portas, a 15 de setembro, frente ao Lomba de Amarante.

Contudo, o primeiro jogo oficial da temporada está aprazado para 8 de setembro, a contar para a 1ª eliminatória da Taça AFP. O Vila Boa de Quires deslocar-se-á ao reduto do Parada, atualmente a militar na série 1 da 1ª distrital.

“Jogar fora de casa e com um adversário de um escalão inferior é difícil. Mas julgo que temos uma palavra a dizer na eliminatória. Vamos com o objetivo de conseguir passar”, conclui.