DESPORTO: Marco-09 e ARCA recebem apoio de 87 mil euros do Município [C/AUDIO]

ContartosPrograma_2021.01.08

A Câmara Municipal do Marco de Canaveses aprovou, esta sexta-feira, a celebração de Contratos-Programa de apoio ao Desenvolvimento Desportivo com a Associação Desportiva Marco-09 e com a Associação Recreativa e Cultural de Alpendorada (ARCA)

Em comunicado, o Município informou que vai apoiar as duas instituições “com um montante de cerca de 87 mil euros”.

O Marco-09 receberá um apoio monetário no valor de 46.577 euros “para a promoção e dinamização das modalidades de futebol, trail e atletismo” e ainda 5 mil euros “para a aquisição de uma viatura de 9 lugares para transporte de atletas”.

Por sua vez, é atribuído à ARCA um valor de 35.307 euros “para a promoção e a dinamização de andebol, futsal e superenduro”.

Anteriormente, autarquia já tinha distribuído cerca de 80 mil euros por sete associações desportivos do concelho.

A Associação Recreativa e Cultural de São Lourenço do Douro recebeu 20.893.20 euros, a Associação Cultural e Desportiva da Casa do Povo de Vila Boa do Bispo 21.484.00 euros, o Futebol Clube de Paços de Gaiolo 6.678.80 euros,

O Futebol Clube de Vila Boa de Quires 4.920.00 euros, o Futebol Clube de Vila Boa do Bispo 19.903.70 euros, Grupo Desportivo de Magrelos 3.719.20 euros e o Grupo Desportivo da Feira Nova recebeu 2000 euros.

Entretanto, Paulo Couto, o vereador com o pelouro do desporto do Município, revelou, recentemente, que foi também criado “um regulamento de apoio financeiro a atletas individuais”. Um instrumento que lhes permitirá continuar a desenvolver a sua atividade desportiva “e a levar longe o nome de Marco de Canaveses”.


Podem candidatar-se e beneficiar deste apoio financeiro os atletas naturais ou residentes no concelho, que possuam o estatuto de alto rendimento, reconhecido pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude e atribuído pelas respetivas federações, os atletas que, durante a época desportiva, representem o país nos Jogos Olímpicos, em Campeonatos Europeus ou em Campeonatos Mundiais ou ainda atletas que alcancem resultados de relevo a nível nacional e internacional.

O tipo de apoio previsto, será até ao montante máximo de 2.000 euros por atleta, e por época desportiva.